"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

30 de set de 2012


As notas da madrugada 

As notas enfeitam a madrugada
 que vem já nascendo
 as lágrimas enfeitam a dor 
que já vem doendo 
o vento baloiça nas árvores 
que vão já gemendo 
o sol beija as flores 
que vão já se abrindo e eu toco 
este violino que vai já cuspindo 
toda a saudade que sente 

 e eu dedilho este violino 
que vai já bramindo 
num tom compassado 
a solidão que se vai passeando 
cá deste lado os passos que vão seguindo 
descontinuados 
aos tropeções 
as mágoas que vão se soltando
 que nem balões 
que se agitam no céu 

 As horas que vão morrendo 
no tempo enquanto eu me vou acabando 
 e desfalecendo nesta melodia sem sentido 

  São Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado