"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

23 de set de 2012


Carta de amor 

 Despi-me... vê se me queres, 
 Despi-me com impudor, 
 Que é irmão do desespero. 
 Vê se me queres, 
 Sabendo que te não quero, 
 Nem te mereço, 
 Nem mereço ser amado 
 Pela pior Das mulheres... 
 Poderás amar-me assim, (como explicar-me?!) 
 Por qualquer cousa que eu for, 
 Mas não por mim! 
 Não a mim...! 

  José Régio

Um comentário:

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado