"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

26 de set de 2012


Mais uma vez prados 

 São os sinos, 
são os sinos de igreja que 
no meio da noite 
me atormentam. 

 São as escadas espirais
 talhadas em pedra e traição.

 É a janela do quarto, 
retângulo de madeira, 
aberta de madrugada
 e um lobo-guará 
como guarda-noturno. 

 São os sinos da igreja
 ou o grito desesperado
 de uma requinta 
anunciando os dias escoados. 

  Heitor Ferraz Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado