"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

3 de nov de 2012


Estranha forma de vida

... Que estranha forma de vida tem este meu coração:
vive de forma perdida;
Quem lhe daria o condão?
Coração independente,
coração que não comando:
vive perdido entre a gente,
teimosamente sangrando,
Coração independente
Eu não te acompanho mais:
para, deixa de bater.
Se não sabes aonde vais,
porque teimas em correr...

 Alfredo Duarte / Amália Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado