"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

23 de dez de 2012


A sombra sou eu

A minha sombra sou eu,
ela não me segue,
eu estou na minha sombra
e não vou em mim.
Sombra de mim que recebo a luz,
sombra atrelada ao que eu nasci,
distância imutável de minha sombra a mim,
toco-me e não me atinjo,
só sei do que seria
se de minha sombra chegasse a mim.
Passa-se tudo em seguir-me
e finjo que sou eu que sigo,
finjo que sou eu que vou
e não que me persigo.
Faço por confundir a minha sombra comigo:
estou sempre às portas da vida,
sempre lá, sempre às portas de mim!

 Almada Negreiros

Um comentário:

  1. Querida Heleninha, venho retribuir com alegria sua visita e sua energia, desejando tb que todo conforto possível venha lhe vestir o corpo e a alma nesses dias especiais, na noite de Natal e no ano que vai começar. Que não lhe falte ideias boas, criatividade e esperança...que sejam belos os seus dias assim como tudo que depositas em suas artes, capricho, poesia e amor.
    Receba minha intenção de abraço afetivo.
    Bj.

    ResponderExcluir

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado