"A todos os amigos e visitantes de passagem por esse meu mundo a preto e branco lhes desejo um bom entretenimento, seja através de textos com alto teor poético, através de fotos que uso para compor esse espaço ou das notas musicais na voz de Nara Leão... que nem vejam passar o tempo e que voltem nem que seja por um momento!"

30 de dez de 2012


Há uma orquídea sobre o dorso claro da mulher. Verdes e vermelhos, os pigmentos se misturam à pele e exalam o perfume tatuado. Ao toque, a flor se abre e as costas -- imenso jardim -- se curvam e se revoltam, um tumulto de espasmos que distendem vértebras e músculos. 
Há uma orquídea sobre o dorso claro da mulher. A flor plantada no lado direito do corpo, carregando o prenúncio da estação. Carne e flor fundidas no mesmo festim, carne e flor confundindo-se num mesmo sabor. 
Há uma orquídea sobre o dorso claro da mulher. Seu desenho gravado para sempre.

 Marcello Rollemberg

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não creias nos meus retratos, nenhum deles me revela.
Os meus retratos são vários e neles não terás nunca o meu rosto de poesia.

Gilka Machado